Pular para o conteúdo principal

ORAÇÃO: saber esperar.

"Mas o anjo lhe disse: Não tenha medo, Zacarias. SUA ORAÇÃO FOI OUVIDA".
(Lucas 1:13)


Zacarias era sacerdote e sua esposa (Isabel) era descendente de Arão. O casal vivia sempre obedecendo a Deus, tinham a consciência tranquila diante dEle. Mas não tinham filhos, porque Isabel não engravidava e eles já eram idosos. Para cultura judaica daquela época, a ausência de filhos para um casal era tida como maldição divina, pois esses era a "herança do Senhor", dada aos que o amavam e seguiam (Sl 127:3). Não são poucas as vezes que durante a prática desta disciplina (oração), temos que passar por momentos como esses: o tempo de saber esperar. Diante do imediatismo vivido em nossos dias, as pessoas ambicionam respostas imediatas do Senhor. É bem verdade que Ele pode responder o mais breve possível, mas também Ele deixa o tempo passar a fim de nos preparar para saber recebê-las e desfrutá-las mais tarde. Afinal, Ele sabe a melhor hora para que a Sua bênção nos seja concedida (Ele é Onisciente). Zacarias e Isabel souberam esperar (pelo menos em torno de 30 a 40 anos de oração), eles receberam o mérito de saber esperar e se tornaram pais daquele que deixou o caminho do Senhor preparado - João Batista. E Zacarias cheio do Espírito Santo cantou em gratidão ao Senhor (Lc 1:67-80). Que nossa oração neste dia seja: Senhor ensina-nos a disciplina da oração. Que saibamos esperar pelo Teu tempo, confiando e dependendo de Ti e não fiquemos lamentando o tempo que estamos esperando, pois este período é um aprendizado nos tornando maduros para desfrutar sabiamente da bênção.

NEle,
Daniel L. Gonçalves
Um discípulo no Caminho!
Venturosa-PE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Novo a Gente Faz!

Um ano novo e feliz nós que fazemos (construímos). Não teremos um ano novo se continuarmos com velhos hábitos. Se queremos diferentes resultados precisamos ter diferentes atitudes! Feliz seremos quando a felicidade deixar de ser produto consumido, obtido, desejado... E passar a ser algo real em nós, vivido e desfrutado independente das circunstâncias. Ser feliz deve ser uma escolha! O surpreendente é que ela está nas coisas singelas e sutis da vida, em simplesmomentos vividos intensa e responsavelmente. Queremos realmente um ano novo? Sejamos novos, nos reinventemos, ou que tal descobrir-nos e permitir-nos ser nós mesmos sem máscaras. Vivendo, sendo, desfrutando e amando a vida.
Sendo assim, valorizemos cada instante e as coisas simples do dia a dia, pois assim nos perceberemos na vida, atentando para tudo que existe ao nosso redor: pássaros cantam, vento nos acariciam, crianças sorriem, pessoas carentes, idosos maltratados, etc. Diante desta constatação o que faremos? Lamentar, chorar, …

Insight: Tempo.

O que é o tempo? Lembro do meu professor de filosofia fazendo esta pergunta, provocando a reflexão em cada um de nós (os alunos). O tempo é um conjunto de momentos vividos no agora, aparenta ser relativo em muitas situações, pois se sofremos, o tempo parece não passar, para as crianças o tempo parece demorar, para adultos o tempo "voa", em momentos de alegria, o tempo parece ser tão curto. Se entender o nosso tempo é tão complexo, como queremos entender o tempo do Eterno? Não conseguimos entender o tempo de dEle, de suas ações ou mesmo seu tempo de silêncio. Parece que ficamos o tempo todo querendo entender e teorizar o tempo que nem se quer vivemos os momentos. Ainda não aprendemos que cada coisa tem seu tempo, principalmente nós, seres humanos. Vamos viver cada momento sabendo que são únicos, por isto, vamos viver de modo responsável. Tudo acontecerá naturalmente sem neuroses, sem loucuras, exercitemos a paciência, tranquilizemos a alma, pois tudo tem seu tempo, hora e mom…

365 novas oportunidades!

Fim e começo de mais um ciclo anual. No ano anterior fizemos muitas promessas e planos, tínhamos muitos sonhos para realizar. Talvez, conseguimos realizar muitos sonhos e alcançar muitas metas. No entanto, agora o que nos consome são as ansiedades e medos provenientes das incertezas que nos aguardam neste ano que se inicia. Novas promessas, novos sonhos, novas metas e muitos planos para este ano. Todavia, o que faremos neste para que ele seja diferente? Se queremos tudo novo, precisamos ter novas posturas e atitudes, a fim de obtermos novos resultados.
Assim como foi em 2014, em 2015 não faltarão oportunidades de superarmos dificuldades e de vencermos desafios. Também não nos faltarão oportunidades de sermos melhores humanos em tudo que fizermos. Se queremos que os outros sejam diferentes, sejamos diferentes! Queremos mais amor? Doemos mais amor, sem reservas, sem limites, sem esperar nada em troca. Queremos ser perdoados? Sejamos perdoadores, reconhecendo que também somos falhos, im…